logo

The books that most influenced me were the ones I read as a child and a young adult. They have shaped me as a person and as a citizen, and provided me with the values I live by today. Germinal is the exception. I’ve read it about two years ago, in a fabulous uncredited translation, and felt transported do the mines, I felt the filthiness, the pain, the hunger, the anger and the hatred. Zola wrote, in 1885, a photographic book, where no character is embellished. The message I got is still valid for today, maybe particularly valid for today: poverty never begets anything good or beautiful – it only begets more poverty.

Os livros que mais me influenciaram foram os que li na infância e na juventude. Foram eles que me formaram como pessoa e como cidadã, e que me transmitiram os valores por que me guio até hoje. Germinal é a exceção. Li-o há cerca de dois anos, numa fabulosa tradução não assinada, e senti-me transportada para as minas, senti a sujidade, a dor, a fome, a raiva e o ódio. Zola escreveu, em 1885, um livro fotográfico, em que não há personagens embelezadas. A mensagem que me ficou aplica-se ainda hoje, talvez especialmente hoje: a pobreza nunca gera nada de bom nem de belo – gera apenas mais pobreza.

Ana Saragoça – Sep 2, 2011

Leave a reply